terça-feira, 18 de agosto de 2009

Convidado terça-feira 18/08

Para falar de procrastinar, Fernando Alvim convida António Câmara, fundador da Y-Dreams (para ver a página da wikipédia da Y-Dreams clicar aqui e para a página oficial clicar aqui).



O seu sonho era ser tenista, no entanto a vida trocou-lhe as voltas. A par de director executivo da empresa, que fundou em 2000, António Câmara, 52 anos, é professor catedrático da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico (IST) em 1977, fez pós-graduação nos Estados Unidos, onde obteve os graus de MS c e PhD em engenharia de Sistemas Ambientais pelo Virgina Tech.

Esteve associado aos MIT (Instituto de Tecnologia do Massachusetts), como pós-dotorado em 1983, e posteriormente como professor visitante (1988-89), te ndo em 1992 recebido o título de "Agregado" pela Universidade Nova de Lisboa. Orientou já 25 doutoramentos e 35 mestrados no âmbito de projectos de investigação na área da informação geográfica e tem mais de 150 publicações internacionais, entre as quais se destaca o livro Environmental Systems, editado pela Oxford University Press (2002).

Liderou, além disso, três dezenas de projectos de investigação científica financiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, National Science Foundation, NATO e União europeia. Nada faria supor com esta carreira académica coroada de êxitos que António Câmara sonhava em ser tenista quando era estudante do IST e até pertenceu à selecção de juniores de Portugal.

Chegou mesmo a decidir abandonar os estudos no quarto ano para se dedicar a uma carreira profissional no ténis, mas uma lesão grave que sofreu aos 21 anos num programa de preparação física acabou por levá-lo a prosseguir os estudos de engenharia. Hoje é porventura mais conhecido por liderar a Y-Dreams, que se dedica a aplicações de computação de proximidade e actua no mercado global nas áreas do entretenimento, publicidade, educação e cultura, ambiente e qualidade de vida. António Câmara conseguiu construir um currículo impar. Deu aulas nos Estados Unidos, esteve ligado ao estudo de impacto ambiental do Alqueva, à reconversão ambiental da Expo´98 e ao Sistema Nacional de Informação Geográfica. Considera a tarefa de consultor ambiental da Expo´98 o seu maior desafio a nível profissional. Foi o vencedor do Prémio Pessoa 2006.

2 comentários:

  1. Parece interessante o convidado. Iremos mais logo conhecê-lo melhor e a essa empresa também! ;)

    ResponderEliminar

Bem vindo ao 'Para Lá das 5', o blog dos fãs do '5 Para a Meia Noite' para os fãs ( e não só ;D)